5 principais notícias do mercado desta segunda | Dados da Bolsa

5 principais notícias do mercado desta segunda

الرئيس الأمريكي دونالد ترامب يتحدث هاتفيا مع نظيره الروسي فلاديمير بوتين في البيت الأبيض بواشنطن يوم السبت. تصوير جوناثان إيرنست - رويترز.

Investing.com – Confira as cinco principais notícias desta segunda-feira, 30 de janeiro, sobre os mercados financeiros:

1. Bolsas receosas com as proibições de imigração de Trump

As ações na Ásia e na Europa caíram nesta segunda-feira, com as controversas proibições de viagem colocadas por Donald Trump nesta sexta aumentando os temores quanto a um impacto potencialmente desestabilizador das políticas protecionistas da nova administração.

O Nikkei, do Japão, recuou 0,5%, enquanto que o S&P/ASX 200 da Austrália encolheu quase 1%.

Na Europa, o FTSE 100, de Londres, registrou queda de 0,82%, enquanto que o DAX, alemão, desvalorizou-se 0,74%.

Os mercados futuros dos EUA também indicaram abertura em queda em Wall Street, com o Dow futuro recuando 44 pontos, ou 0.22%, após atingir máximas recordes na semana passada.

2. Dólar americano na defensiva

O dólar recuou frente a uma carteira de moedas, com as dúvidas crescentes dobre o tamanho do dano que pode ser causado na economia americana pela nova política de imigração.

O índice dólar americano, que mede a força da moeda em relação a uma carteira ponderada de seis das principais moedas do mundo, marcava 100,52, após chegar a cair para 100,14 durante a madrugada.

Preocupações quanto à nova fase protecionista aumentou a demanda pelo iene, que é considerado um ativo seguro, e o par USD/JPY recuou 0,36%, a 114,67.

3. Gigantes americanas da tecnologia condenam decreto presidencial

As gigantes da tecnologia dos EUA criticaram a repressão de Trump à imigração, com a Apple (NASDAQ:AAPL), Google (NASDAQ:GOOGL) e Microsoft (NASDAQ:MSFT) oferecendo assistência jurídica aos empregados afetados pelo decreto.

Elon Musk, CEO da Tesla (NASDAQ:TSLA) e Travis Kalanick, diretor do Uber, afirmaram no Twitter que falarão sobre a questão da imigração no conselho de negócios de Trump.

Enquanto isso, a Starbucks (NASDAQ:SBUX) anunciou no domingo que contratarão 10.000 refugiados nos próximos cinco anos.

4. Preços do petróleo avançam, mas com ganhos limitados

Os preços do petróleo subiram, mas os ganhos foram limitados após um relatório mostrar um aumento do número de plataformas ativas nos EUA na semana passada, aumentando as preocupações quanto ao aumento da oferta em um momento em que os grandes produtores fecharam um acordo de redução da produção para reequilibrar o mercado.

Dados da Baker Hughes mostraram que as perfuradoras dos EUA adicionaram 15 novas plataformas na semana passada, chegando ao maior número desde novembro de 2015.

O petróleo Brent, que é referência global, registrou aumento de US$ 0,07, a US$ 55,76 o barril, enquanto que o petróleo bruto americano futuro avançou US$ 0,18, marcando US$ 53,35.

5. Dados dos EUA em pauta

Sairão os dados dos EUA de renda pessoal e gastos pessoais de dezembro às 11h30 (horário de Brasília), e logo em seguida saem os relatórios de compras pendentes de imóveis residenciais, também de dezembro, às 13h00.

Os relatórios chegam no início de uma semana importante, com a reunião do Federal Reserve na quarta-feira e com os mais atuais relatórios de emprego dos EUA saindo na sexta.

Be the first to comment on "5 principais notícias do mercado desta segunda"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*