Bom dia Mercado: Curva de juros reage a sinal do Copom de mais -1pp | Dados da Bolsa

Bom dia Mercado: Curva de juros reage a sinal do Copom de mais -1pp

Por Patricia Lara

(Bloomberg) — Taxas de juros reagem ao Copom e à análise de economistas de que porta está aberta em setembro para mais um corte de 1pp da Selic, mesma magnitude do alívio decidido nesta quarta-feira. Redução trouxe a taxa nominal ao menor nível desde

2013 e confirmou expectativas da curva DI.

Balanços movem Bolsa. Vale anunciou Ebitda ajustado e receita abaixo do esperado em dia em que Goldman Sachs eleva previsão de minério de ferro neste ano, mas alerta sobre 2018. Bradesco tem lucro acima do esperado e revisa estimativa para crédito de expansão para contração. Reação a Copom tem como pano de fundo estabilização do dólar no exterior, após moeda cair com Fomc. Às 7:28, este era o desempenho dos índices do mercado:

* S&P 500 Futuro +0,1%

* FTSE 100 estável

* CAC-40 estável

* Shanghai SE Composite +0,1%

* Nikkei 225 +0,2%

* MSCI World +0,3%

 

Internacional:

* Ações europeias alternam altas e baixas em um dos dias mais movimentados em balanços, após série de resultados positivos impulsionarem Ásia; AstraZeneca tem queda recorde com revés em terapia para câncer no pulmão

* Entre balanços, ArcelorMittal tem maior lucro em 5 anos com retomada da indústria siderúrgica, ainda que Ebitda tenha frustrado; ação sobe

* Dólar se estabiliza após queda sob efeito do Fomc na véspera; won, dólar de Taiwan lideram alta entre principais moedas; franco suíço e moedas escandinavas são pressionadas

* Goldman Sachs torna-se otimista com minério de ferro e revisa previsão para metal em 3 meses de US$ 55 para US$ 70 e eleva estimativa para fim do ano em US$ 5 para US$ 60; alerta sobre

2018 diante de pressões vinda de mais oferta

** Minério futuro para setembro cai após 2 altas

* Petróleo mira maior nível em 8 semanas com queda nos estoques nos EUA ao menor nível em 6 meses; Kuwait se une aos sauditas e aos Emirados Árabes no compromisso com corte na oferta

 

Para Acompanhar: Copom mexe com curva DI, Bradesco corta guidance crédito

* Mercado reage à decisão do Copom de deixar a porta aberta para manter ritmo de corte de -1pp na Selic na próxima reunião, em setembro, segundo analistas ouvidos pela Bloomberg

** Decisão ocorre em meio a percepções como as do Bradesco, que, em balanço do 2T, cita expectativa de recuperação gradual e não linear da economia, o que levou instituição a rever de expansão para contração a previsão para carteira de crédito

** Nomura reduz previsão de Selic fim do ano de 8% para 7,5% e prevê corte de 1pp em setembro

** CS vê comunicado compatível com -1pp em setembro e -0,5pp em outubro

** BC deixa porta aberta para manter corte de -1 pp em setembro

** Kawall: Mercado analisará comprometimento do governo se meta mudar

** Safra revisa projeção de Selic no fim de 2017 de 7,5% para 7%

** Planalto: Queda do juro reflete acerto de medidas do governo

** Em meio ao alívio monetário, Temer estende prazo para saque de contas inativas FGTS até 31 de dezembro, uma medida também para estimular a economia

 

Outros Destaques: Swap, Tesouro, CNI/Ibope, ofertas

* BC oferta até 8.300 contratos de swap cambial para inicial rolagem dos contratos de agosto, 11:30 às 11:40, resultado às

11:50

* Tesouro oferta LTN para vencimentos 2018, 2019 e 2021 e LFT para 2023

* CNI divulga pesquisa CNI/Ibope com avaliação dos brasileiros sobre o desempenho do governo federal, Brasília, 10:00

* Omega precifica IPO, São Paulo, e demanda em IPO chega a 80%, segundo Estado

* IRB precifica IPO, São Paulo

* Temer assinou MP que cria PDV do servidor público

* Camil quer captar R$ 2 bi em IPO, vender 30% do capital:

Fontes

* TRF derruba decisão de juiz, revalida reajuste de combustível:

G1

* PF deflagra 42ª fase da Lava Jato com investigações focadas em ex-presidente do BB e Petrobras

 

Governo:

* Temer participa da cerimônia de anúncio do implemento do Programa de Concessão dos Aeroportos de Fortaleza, Porto Alegre, Salvador e Florianópolis no Palácio do Planalto, 11:00

* Meirelles tem reunião com ministro-chefe da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, min. do Planejamento, Dyogo Oliveira, pres. do BC, Ilan Goldfajn, senador Romero Jucá (PMDB-

RR) e deputado federal André Moura (PSC-SE), 10:00, depois se reúne com pres. do BC, Ilan Goldfajn, 11:00

** Eduardo Guardia, secret.-executivo, reúne-se com ministro- chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Moreira Franco, 9:00, com diretora-presidente da Unica, Elizabeth Farina, 11:30, com Lisa M. Schineller, da Standard & Poor’s, 12:45, com Antônio Guimarães, do IBP, 16:00, e com secretário- executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, 19:00

** Ana Paula Vescovi, secret. do Tesouro, participa de reunião do conselho do IRB Brasil RE, 14:00, em São Paulo

* Ilan participa da abertura da Missão Anual da Agência de Rating S&P no BC, depois se reúne com os ministros Antônio Imbassahy, Henrique Meirelles e Dyogo de Oliveira, com o senador Romero Jucá e com o deputado André Moura, no Ministério da Fazenda, em Brasília

 

Eventos corporativos:

* Natura: Teleconferência de resultados em português e inglês,

10:00

* Odontoprev: Teleconferência de resultados em português e inglês, 10:00

* EDP: Teleconferência de resultados em português e inglês,

11:00

* Fleury: Teleconferência de resultados em português e inglês,

11:00

* Vale: Teleconferência de resultados em português, 10:00, inglês 12:00

* Ambev: Teleconferência de resultados em inglês, 12:00

 

Conferências:

* FGV promove palestra “Eletrobras e Suas Perspectivas” com presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior, Rio de Janeiro, 18:00

 

Economia:

* 9:00: PPI Manufatura m/m jun (ant. 0,55%)

* 9:00: PPI Manufatura a/a jun (ant. 2,12%)

* 9:30: Seguro-desemprego EUA 22/jul, est. 240.000 (ant.

233.000)

* 9:30: EUA Pedidos bens duráveis jun prévia, est. 3,7% (ant.

-0,8%)

* 9:30: Estoques atacado EUA m/m jun prévia, est. 0,3% (ant.

0,4%)

* 10:30: Total de empréstimos jun (ant. R$ 3,06 tri)

* 10:30: Taxa de inadimplência jun (ant. 5,9%)

* 20:30: Japão Taxa desemprego jun, est. 3,0% (ant. 3,1%)

* 20:30: CPI Japão a/a jun, est. 0,4% (ant. 0,4%)

 

Balanços:

* Klabin pré-mercado

* Copasa pós-mercado

* Ecorodovias pós-mercado, est. GAAP R$ 80 mi

* Engie pós-mercado

* Estácio pós-mercado

* Fleury pós-mercado, est. R$ 72 mi

* Multiplan pós-mercado, est. R$ 99,7 mi

* Raia Drogasil pós-mercado, est. R$ 153,6 mi

 

Empresas: Bradesco, Vale, Petrobras, JBS, Eneva, Natura

* Bradesco: Lucro ajustado 2T supera est.; banco prevê contração da carteira de crédito de -5% a -1%, ante previsão anterior de expansão de 1% a 5% e corta estimativa de despesas e provisionamento para perdas

* Vale tem lucro abaixo do esperado com custos mais elevados atenuando impacto da produção recorde

* Ambev tem vendas líquidas 2T de R$ 10,27 bi, abaixo da est. R$

10,45 bi; já a ABInbev tem maior alta em quase dois anos na Europa após lucro 2T superar previsão com corte de custos

* Natura tem lucro líquido 2T acima do esperado

** Cia. é elevada de underperform para market perform pelo Itaú BBA com preço-alvo de R$ 31; ação fechou estável ontem, a R$

22,59

* Petrobras pagará R$ 4,3 bi em programa de regularização tributária

** Petrobras aprova emissão de até R$ 5 bi em debêntures

* JBS tem perspectiva alterada para negativa pela S&P

* Eneva: Oferta de ações é uma das possibilidades em estudo

* Light é rebaixada para neutral pelo Bradesco BBI

* Aerocentury expande linha de crédito e compra 3 jatos da Embraer

* Odontoprev: Lucro líquido 2T foi de R$ 252,5 mi

* QGEP é rebaixada de equalweight para underweight pelo Morgan Stanley

 

Mercado de 26/julho: Dólar recua após FOMC; mercado à espera de Copom

* Bolsa: Ibovespa acentuou a baixa, em movimento de realização de lucros, e fechou perto da mínima, a 65.010 pontos, -1%, no 1º recuo em 3 dias

* Juros: Antes da decisão do Copom, taxas dos contratos futuros de juros encerraram a sessão próximas à estabilidade, com viés de baixa nos vértices mais curtos, em meio à expectativa de redução da taxa Selic para 9,25%, afinal confirmada pelo comitê do BC

* Câmbio: Dólar ampliou as perdas com visão dovish do FOMC, após Fed manter os juros inalterados e afirmar em comunicado que vê inflação abaixo de 2% no curto prazo; dólar -1,1%, a R$ 3,1384

Be the first to comment on "Bom dia Mercado: Curva de juros reage a sinal do Copom de mais -1pp"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*