Bom dia Mercado: Governo articula reformas; dólar e yields sobem | Dados da Bolsa

Bom dia Mercado: Governo articula reformas; dólar e yields sobem

Logo da BM&FBovespa exibido em telões dentro da bolsa de São Paulo. 07/10/2013 REUTERS/Nacho Doce

Por Josue Leonel

(Bloomberg) — Governo articula reforma da Previdência e votações importantes para empresas, como reoneração e refis.

Fazenda anuncia medidas de simplificação tributária nesta 2ª- feira. Abrindo semana que tem IPCA, BC divulga pesquisa Focus após Morgan Stanley cortar de 8,75% para 7,5% a projeção de Selic de 2017. Nos EUA, que divulga inflação na semana, dirigentes do Fed Bullard e Kashkari falam.

Dólar sobe contra maioria das principais moedas no exterior.

Metais se valorizam e ajudam a sustentar ações de mineradoras na Europa. Yields dos treasuries avançam. Às 7:30, este era o desempenho dos principais índices:

* S&P 500 Futuro +0,1%

* FTSE 100 +0,1%

* CAC-40 estável

* Nikkei 225 +0,5% (fechado)

* Shanghai SE Composite +0,5% (fechado)

* MSCI World +0,1%

 

Internacional: Moedas pares do real recuam; euro sobe

* Dólar volta a subir contra moedas como peso mexicano, lira e rublo, embora reduzindo intensidade da alta em relação a sexta, quando moeda americana se fortaleceu com dados de emprego acima do previsto nos EUA

* Índice dólar ensaia 2ª alta seguida; euro avança mesmo após produção industrial acima do previsto na Alemanha

* Juros dos treasuries e dos papéis da França e Alemanha sobem

* Pres. do Fed de St. Louis, James Bullard, fala em evento em Nashville às 11:45; pres. do Fed de Minneapolis, Neel Kashkari, participa de evento na Bloomington, às 14:20; assista em LIVE

* Petróleo recua, sendo cotado abaixo de US$ 49; níquel sobe em Londres;

* Venezuela é suspensa indefinidamente do Mercosul

* Ações europeias caem, mas papéis de mineradoras avançam com alta do minério

 

Para Acompanhar: Pesquisa Focus; Morgan corta Selic; medida tributária

* BC divulga pesquisa Focus com expectativas de economistas para indicadores como PIB, câmbio, inflação e juros em seu website às

8:25

** Na pesquisa da última semana, projeção para Selic em 2018 passou de 8% para 7,75%

* Morgan Stanley corta projeção de Selic fim 2017 de 8,75% para 7,5%

** Nova estratégia carrega risco de Copom acabar cortando juro de maneira um pouco excessiva, o que teria de ser corrigido com elevações mais cedo depois; Morgan vê aperto monetário de 1 pp em 2018

** Diante de pano de fundo externo benigno, no entanto, esse parece ser um risco que BC está disposto a tomar

* Fazenda anuncia medidas de simplificação tributária nesta 2ª- feira, que fazem parte de agenda microeconômica para reduzir custos para empresas e melhorar ambiente de negócios do país, segundo comunicado da Receita

 

Outros destaques: Reforma da Previdência, reoneração e refis

* Reforma da Previdência não será tão abrangente, diz Temer:

Estado

** Projeto a partir deste ano parece estar mesmo fadado à fixação de uma idade mínima para a aposentadoria; Temer prefere substituir o termo reforma por atualização e já admitiu que nova mudança deve ser necessária daqui a alguns anos, diz jornal

* Reforma da Previdência deve ser aprovada nas próximas semanas, diz Folha, citando pres. da Câmara, Rodrigo Maia

** Claro que ninguém consegue fazer uma reforma da Previdência perfeita, mas pode ser mais do que apenas a idade mínima

** Câmara tem que votar no máximo em setembro. Sei que não é fácil, mas não dá para ficar segurando esse tema por muito tempo

* MP da reoneração será teste da base após vitória em denúncia:

Valor

* Plano discutido com Maia, Eunício e Meirelles é votar Refis e reforma da Previdência: O Globo

* Equipe econômica avalia anunciar mudança da meta fiscal em

setembro: Estado

* BNDES é o principal alvo do governo para redução de subsídios:

Folha

* Ex-procurador atuou na JBS 6 dias após deixar MP: O Globo

* Sem Janot, Lava Jato terá rumo certo, afirma Temer: Estado

* Novas delações podem atingir Temer; Cunha tem de entregar andar de cima diz Janot: Folha

* Painel da Folha diz que Cunha acusa Joesley de omitir crimes e quer incendiar debate sobre benefícios ao empresário

* Defesa de Temer estuda solicitar suspeição de Janot: Folha

 

Governo:

* Temer participa de cerimônia de assinatura do Protocolo de Intenções entre o Ministério da Defesa e a Prefeitura de São Paulo para criação do Parque Campo de Marte; prefeito de São Paulo, João Doria, e governador de SP, Geraldo Alckmin, também participam

* Meirelles participa do I Fórum de Simplificação Tributária, Brasília, 14:00, depois do Prêmio Maiores & Melhores 2017, São Paulo, 21:30

* Ilan tem atividades de trabalho em São Paulo, sem compromisso público

** Tiago Berriel tem reunião com grupo de investidores liderados pelo Itaú BBA no BC do Rio de Janeiro

* Dyogo Oliveira participa de almoço-debate do Lide, em São Paulo, às 12:30

* Gilberto Occhi, pres. da Caixa, participa de coletiva de imprensa para anúncio do balanço de pagamentos das contas inativas do FGTS, Brasília, 10:00

 

Conferências e eventos corporativos:

* 16° Congresso Brasileiro do Agronegócio, São Paulo, 8:00

* Fórum de Simplificação Tributária, Brasília, 13:30

* Alpargatas: Teleconferência de resultados às 16:00

 

Economia:

* 15:00: Balança comercial semanal 6/ago

 

Balanços:

* BB Seguridade pré-mercado, est. R$ 1,02 bi

* AES Eletropaulo pós-mercado

* AES Tiete pós-mercado

* Linx pós-mercado

* M. Dias Branco pós-mercado, est. R$ 223,3 mi

* Marcopolo pós-mercado

* Restoque, pós-mercado

* Tegma pós-mercado, est. R$ 11,2 mi

* Valid pós-mercado, est. R$ 14,3 mi

 

Empresas: BTG, Alpargatas, Magnesita, Unipar

* BTG Pactual Participations propõe novo nome, PPLA Participations

** BTG Pactual aprova migração automática de BBTG11 para BPAC11 e BBTG12

* Alpargatas: Ebitda 2T17 foi de R$ 88,4 mi

* Magnesita: 99,7% dos acionistas da RHI aprovam fusão

* CVM determina retomada da OPA da Unipar e leilão em 17 de agosto

* Copasa: Edson Machado Monteiro renunciou ao cargo de diretor financeiro, Luiz Braz Lage foi eleito para cumprir mandato remanescente

* Petro Rio: Produção do campo de Polvo em julho foi de 7.537 barris por dia

 

Mercado de 4/ago: CDS cai de olho em chance para reforma; dólar sobe

* Bolsa: Ibovespa teve 6ª alta em 7 dias, sustentado pelos ganhos de Vale e com melhora do petróleo ao longo da sessão; Ibov. +0,2%, 66.898 pontos; na semana, +2,1%, 2º avanço semanal seguido

* Juros: Taxas dos contratos futuros de juros tiveram leves alterações, com investidores avaliando chances para encaminhamento das reformas, em meio aos esforços do governo para focar em agenda econômica; CDS caiu abaixo de 200 pontos

* Câmbio: Dólar subiu frente ao real acompanhando fortalecimento ante principais divisas globais e emergentes, após payroll mais forte do que o esperado nos EUA; dólar +0,6%, a R$ 3,1318; na semana, estável

Be the first to comment on "Bom dia Mercado: Governo articula reformas; dólar e yields sobem"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*