Bitcoin dispara 50% no mês e renova recorde negociado a US$ 4.320 | Dados da Bolsa

Bitcoin dispara 50% no mês e renova recorde negociado a US$ 4.320

Investing.com – O rali do bitcoin seguiu nesta segunda-feira com o estabelecimento de novo recorde histórico, superando pela primeira vez os US$ 4.300, com o sentimento positivo dos investidores sobre o futuro da criptomoeda.

Na exchange norte-americana Bitfinex, o bitcoin avança para US$ 4.265,30, alta de US$ 206, ou 5%, depois de alcançar o recorde histórico de US$ 4.320 no intraday.

No Brasil, a moeda é negociada acima dos R$ 14.000 nas principais exchanges do país, com volume somado de 1540 bitcoins, segundo o bitValor.

A FoxBit vende a moeda a R$ 14.350, alta de 11%, com movimentação de hoje de R$ 10 milhões em 729 bitcoins. O Mercado Bitcoin negocia a moeda a R$ 14.394, ganhos de 10,4%, com volume total de R$ 7,75 milhões em 554 bitcoins.

O bitcoin mais do que quadruplicou seu valor este ano e ganhou cerca de 47% até o momento e tem, nas últimas sessões, atingido uma série de máximas recordes em meio ao otimismo de que o processamento mais rápido de transações irá disseminar a criptomoeda. O aumento de hoje levou a capitalização total da blockchain para cerca de R$ 70 bilhões.

“Acredito que há hegde funds e indivíduos com muitos recursos que entraram agora, com centenas de milhões de dólares”, disse Ronnie Moas, fundador do Standpoint Research, após o recorde de hoje.

Os comentários de Moas seguem na mesma linha de relatório do Goldman Sachs da semana passada que disse haver “dólares de verdade” sendo injetados nas criptomoedas.

Pelo lado negativo, está no radar dos investidores uma possível nova divisão da blockchain em novembro, quando a segunda etapa do SegWit entra em vigor.

No início do mês, a indecisão sobre qual estratégia adotar para acelerar as transações com a moeda provocou uma divisão da blockchain, evento conhecido como hard fork, que criou a concorrente bitcoin cash.

A blockchain original optou por reduzir o volume de informações necessárias para confirmar as transações nos blocos, limitados a 1mb a cada 10 minutos. Com isso, os mineradores buscavam aumentar o número de operações possíveis em cada bloco e acelerar as confirmações.

A dissidência passou a adotar blocos maiores, de 8mb, com o mesmo objetivo de aumentar a velocidade das operações. O bitcoin cash cedeu 4,5% para US$ 293,88.

ethereum avançou 0,6% para US$ 294,65.

Be the first to comment on "Bitcoin dispara 50% no mês e renova recorde negociado a US$ 4.320"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*