A Semana à Frente: O Dólar, o Petróleo e as Ações Globais Continuam Subindo? | Dados da Bolsa

Vale a Pena Leitura: A Semana à Frente: O Dólar, o Petróleo e as Ações Globais Continuam Subindo?

por Pinchas Cohen

A Semana Que Passou

Globalmente, as ações viram novos recorde no aumento dos lucros, juntamente com os dados, indicando que o crescimento econômico sustenta a expansão dos lucros.

MSCI All-Country World Equity Index publicou um recorde na quarta-feira, bem como um quase recorde na sexta-feira.

SPX Semanal

SPX Semanal

S&P 500 registrou o oitavo avanço semanal consecutivo, bem como o oitavo recorde semanal consecutivo. O benchmark também registrou seu 50º recorde do ano.

De acordo com o índice de confiança do consumidor do Conference Board.a confiança do consumidor americano atingiu uma máxima de 17 anos na semana passada. Enquanto o Conference Board cita o menor desemprego desde 2001 como um fator na classificação, os analistas estão atribuindo o impulso na confiança do consumidor à expansão dos mercados de ações.

Se esse for o caso, os investidores contrários observam: seria um sinal de baixa para as ações. O “público participante”, também conhecido como investidores não profissionais, tende a se juntar ao mercado no topo. A confirmação adicional deste ponto de vista contrário vem da pesquisa da Investors Intelligence, que atingiu uma alta de 63,5% nesta semana, passando dos 63,2 na semana anterior.

Petróleo Semanal 2014-2017

Petróleo Semanal 2014-2017

Na sexta-feira, o preço do petróleo atingiu seu valor mais alto desde 6 de julho de 2015, fechando em US$ 55,64, apenas 8 centavos do preço máximo do dia. Claramente, os altistas se sentiram confortáveis, deixando suas posições expostas durante o fim de semana.

Não só o preço é o mais alto para a commodity em mais de dois anos, mas na última vez que o petróleo esteve tão alto ele estava, na verdade, em declínio. Este é o preço mais alto do petróleo bruto em uma tendência de alta, tornando este um mercado de alta.

O indicador aceitável é um avanço de 20% do ponto mais baixo. Desde a queda do petróleo na sexta-feira, 11 de fevereiro de 2006, em US$ 26,05, o preço subiu 32,5%. Cuidado: um mercado altista não garante que uma posição comprada seja lucrativa. Neste caso, entre janeiro e junho deste ano, o preço do petróleo caiu mais de 20%, de US$ 55,24 em 2 de janeiro para US$ 42,05 em 19 de junho. Isso não impediu que o preço se recuperasse depois disso, no que acabou por ser o maior rali do ano, e que ainda está em andamento.

DXY Gráfico de 5 minutos

DXY Gráfico de 5 minutos

dólar mal conseguiu um terceiro ganho semanal, mas pelo menos foi um ganho. Isso, apesar da divulgação do NFP de 261.000 estar abaixo da expectativa de 310.000, e a métrica decepcionante do salário médio por hora, permanecendo inalterada no mês e com um ganho anualizado de 2,4% ficando abaixo do consenso de 2,7%.

Depois que os resultados do NFP foram anunciados, o Índice do Dólar caiu imediatamente 0,28 por cento, mas em 25 minutos o dólar recuperou grande parte da perda; após 90 minutos, o USD subiu, passando do seu ponto de partida de antes da divulgação do balanço. O fato de que o declínio do dólar foi de curta duração e que, em última análise, a moeda realmente avançou 0,26 por cento em um dia em que a liberação econômica chave desapontou, é um testemunho da confiança dos altistas do dólar.

Uma vez que as chances de uma alta de juros em dezembro permaneceram inalteradas após os resultados do mês passado do NFP, exceto a atividade de mercado, indicando que os investidores continuam confiantes, apesar do crescimento salarial inalterado – o aumento do dólar não pode ser creditado a nenhum desses fatores. A nomeação de Jerome Powell para suceder a Janet Yellen como presidente do Fed também pode não ser a razão. Por um lado, foi a expectativa de consenso. Além disso, ele é o mais dovish dos nomes de lista, visto como continuidade política após Janet Yellen.

A única grande história de mudança ficaria por conta da reforma tributária. Os republicanos do Congresso divulgaram sua proposta na semana passada, que reduziria os impostos corporativos dos atuais 35% para 20%. Esta foi a peça central do infame Trump Trade, que deu ao dólar um impulso de 5% no mês após a eleição de Donald Trump.

No Reino Unido, o BoE aumentou sua taxa de juros pela primeira vez em mais de uma década, de 0,25% para 0,50%, como resultado da crescente inflação. O movimento, no entanto, não foi apoiado pelo aumento dos salários, mas sim devido à fraqueza da libra após a votação do Brexit, aumentando o preço das importações.

Ao contrário dos relatórios antes do movimento, os políticos do Reino Unido sinalizaram que podem ocorrer altas adicionais, “a um ritmo gradual e de forma limitada”. Isso aparentemente decepcionou os investidores, que venderam a libra esterlina e levaram a baixa de 1%. No lugar da moeda, eles pegaram títulos do governo do Reino Unido, cujas taxas de juros atuais pareceram, de repente, relativamente mais atraentes.

A Semana à Frente

Todos os horários EST

Segunda-feira

03:00: Alemanha – Encomendas à indústria (setembro): expectativa de queda de 1,6% ao mês.

Como se a instabilidade política conduzida pelo populismo não fosse suficiente para o hesitante euro com, por um lado com os resultados inesperados das eleições da Alemanha e o governo catalão declarando a independência da Espanha, e do outro a força do dólar em um caminho mais rápido para taxas de juros mais altas nos EUA e a possibilidade de reforma tributária, isso pode ser apenas a última gota necessária para uma confirmação definitiva da reversão do EURUSD.

EURUSD Diário

EURUSD Diário

O adiantamento do dólar de sexta-feira pode ter completado a continuação do padrão bandeira do par EURUSD, o que sugeriria uma ruptura de queda, confirmando assim a maior reversão topo de OcO.

11:00: Canadá – PMI Ivery (outubro): deverá cair de 59,6 para 58.

23:30: Austrália – Decisão da Taxa de Jurosnão é esperada nenhuma mudança na política.

Terça-feira

06:00: Zona do Euro – Vendas no Varejo (setembro): A previsão de crescimento anual deverá aumentar de 1,2% para 2,7%.

11:00: USA – Ofertas de Empregos JOLTs (setembro): a previsão de crescimento deve cair de 6,082M para 6,080M.

23:00: China – Balança Comercial (outubro): AS exportaçõesdevem aumentar de 8,1% para 8.8% um mês antes.

Esta informação tem o potencial de impactar fortemente nos mercados globais, desde ações, moedas, commodities e títulos. O crescimento global depende do crescimento da China para sustentar sua demanda em bens de outros países. Recentemente, as ações chinesas estiveram sob pressão, já que o governo retomou sua onda de regulamentos mais rígidos sobre alavancagem nos mercados financeiros, uma iniciativa regulatória que começou há um ano. Apesar das preocupações de um ano dos investidores sobre a lucratividade limitada das empresas chinesas, a economia geral continuou a acelerar, pelo menos até agora.

USDCNY Diário

USDCNY Diário

Os investidores do Yuan estão em um padrão espera, até que decidam se a negociação da moeda chinesa ainda pode ser rentável, mesmo com a repressão cada vez maior da China sobre o risco financeiro. Espera-se uma fuga positiva, o que sinaliza uma retomada do fundo.

Quarta-feira

10:30: US – EIA Estoques de Petróleo Bruto (semana encerrada em 3 de novembro): a semana anterior viu a queda de 2,4 milhões de barris.

21:30: China – IPC (outubro): espera-se que aumente de 1,6% para 1,8% ao ano e caia para 0,2% de 0,5% ao mês.

Quinta-feira

03:00: Alemanha – Balança Comercial (outubro): O excedente deverá aumentar para € 21,5 bilhões.

09:30: USA – Pedidos Iniciais por Seguro Desemprego(semana encerrada em 4 de novembro): projeção de aumento de 229 mil para 236 mil.

20:30: Austrália – Declaração de Política Monetária do RBAIsso detalhará os pontos de vista do banco central sobre a situação da economia australiana.

AUDUSD Diário

AUDUSD Diário

Como o par dólar-euro, o par AUD/USD vem desenvolvendo uma continuação do padrão bandeira, que pode ter completado com uma ruptura negativa na sexta-feira, sinalizando uma repetição do movimento brusco anterior de 3% entre 20 e 27 de outubro.

Sexta-feira

05:30: Reino Unido – Balança ComercialProdução IndustrialProdução Industrial não extrativa e s/ serviços públicos(setembro): a previsão do déficit comercial diminui de £ 5,6 bilhões para £ 4,7 bilhões.

11:00: USA – Confiança do Consumidor Michigan (novembro, preliminar): previsão de queda de 100,7 para 97, o maior nível em 13 anos, desde o início de 2004. Isso confirmaria a maior alta da confiança do consumidor dos EUA em 17 anos, conforme o índice de confiança do consumidor do Conference Board divulgado na semana passada.

Fonte: https://br.investing.com/analysis/a-semana-a-frente-o-dolar-o-petroleo-e-as-acoes-globais-continuam-subindo-200218411

Be the first to comment on "Vale a Pena Leitura: A Semana à Frente: O Dólar, o Petróleo e as Ações Globais Continuam Subindo?"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*