Embraer recua após notícia de composição de empresa com Boeing | Dados da Bolsa

Embraer recua após notícia de composição de empresa com Boeing

Logo da Embraer é vista em fábrica em São José dos Campos, São Paulo 16/10/2014 REUTERS/Roosevelt Cassio

Investing.com – As ações da Embraer (SA:EMBR3) são negociadas em queda de 0,44% a R$ 22,50 com o mercado repercutindo a notícia do jornal O Globo de que a fabricante brasileira ficaria com 49% na eventual de uma terceira empresa nas negociações coma a Boeing. As informações foram divulgadas na coluna do jornalista Lauro Jardim.

A Boeing concordou com a exigência do governo brasileiro de que a empresa norte-americana não tenha mais do que uma participação controladora de 51 por cento, disse Jardim, sem citar fontes.

A Boeing não respondeu imediatamente a pedidos de comentários. A Embraer afirmou que não vai comentar a informação.

A Boeing procurou a aprovação do governo brasileiro para uma parceria com a Embraer que criaria uma nova empresa focadana aviação comercial, excluindo a unidade de defesa da Embraer, reportou a Reuters há três semanas.

O jornal Valor Econômico informou posteriormente que a proposta da Boeing daria a ela uma participação de 80 por cento a 90 por cento em um novo negócio de jatos comerciais com a Embraer. A Embraer é a terceira maior fabricando de aviões e a líder no mercado de jatos regionais com 70 a 130 lugares. Com o contrato proposto, a Boeing seria o líder do mercado de aviões menores de passageiros, criando concorrência mais forte para o programa de aeronaves CSeries projetado pela Bombardier do Canadá e apoiado pelo rival europeu Airbus. O plano inicial da Boeing para comprar a Embraer foi rejeitado pelo governo brasileiro porque este não queria uma empresa estrangeira controlando sua unidade de defesa por razões de segurança estratégica.

O governo mantém uma “golden share” na Embraer, anteriormente uma empresa estatal, que lhe dá poder de veto sobre decisões estratégicas, incluindo a aproximação da Boeing.

Na quinta-feira, o ministro da Defesa brasileiro, Raul Jungmann, disse a repórteres que a Boeing entendeu a recusa do Brasil em desistir do controle da Embraer. Ele disse que as negociações sobre a criação de uma terceira empresa estavam avançando bem.

Com Reuters

Fonte:https://br.investing.com/news/mercado-de-a%C3%A7%C3%B5es-e-financeiro/embraer-recua-apos-noticia-de-composicao-de-empresa-com-boeing-567531

Be the first to comment on "Embraer recua após notícia de composição de empresa com Boeing"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*