Boletim de Fechamento: Ibovespa fecha em baixa pressionado por Wall Street. Destaques: KROTON, ITAÚ UNIBANCO, PETROBRAS, SUZANO, TAESA e VALE. | Dados da Bolsa

Boletim de Fechamento: Ibovespa fecha em baixa pressionado por Wall Street. Destaques: KROTON, ITAÚ UNIBANCO, PETROBRAS, SUZANO, TAESA e VALE.

Por Dados Da Bolsa

Ibovespa encerrou em baixa de 0,46 por cento, a 84.377 pontos. O volume financeiro somou 10,2 bilhões de reais. Na semana, o índice contabilizou um decréscimo de 0,6 por cento.

O principal índice de ações da B3 fechou em queda nesta sexta-feira, após sessão volátil, com fortes perdas em Wall Street novamente minando o pregão local, conforme persistem os temores de guerra comercial entre as principais economias do mundo.

Em Wall Street, os principais índices acionários fecharam com recuos razoáveis novamente, diante de persistentes temores do conflito comercial entre Estados Unidos e China. O S&P 500 recuou 2 por cento.

DESTAQUES

– ESTÁCIO ON e KROTON ON (SA:KROT3) perderam 3,86 e 3,50 por cento, respectivamente, na ponta negativa do Ibovespa, contaminadas pelo resultado da rival Ser Educacional (SA:SEER3), considerado fraco por analistas. SER ON, que não está no Ibovespa, desabou 21,24 por cento.

– B3 caiu 2,12 por cento, também entre as maiores pressões negativas do Ibovespa. A partir de segunda-feira, a ação da empresa passa a ser negociada com o código B3SA3.

– ITAÚ UNIBANCO PN subiu 0,48 por cento e BRADESCO PN (SA:BBDC4) avançou 0,68 por cento, limitando as perdas do Ibovespa, dada a relevante fatia que ambos detêm no índice. BANCO DO BRASIL (SA:BBAS3) recuou 0,7 por cento e SANTANDER UNIT (SA:SANB11) cedeu 0,62 por cento.

– PETROBRAS PN (SA:PETR4) e PETROBRAS ON (SA:PETR3) subiram 0,14 e 0,34 por cento, respectivamente, tendo como pano de fundo o avanço do petróleo no exterior. Investidores também seguem na expectativa da revisão do contrato da cessão onerosa, assinado em 2010 entre a companhia e o governo.

– SUZANO ON subiu 2,12 por cento, ainda beneficiada pela repercussão positiva do anúncio de fusão com a rival Fibria (SA:FIBR3) e anúncios de aumentos de preço da celulose por rivais. No acumulado do ano, a ação acumula valorização de quase 80 por cento.

– TAESA UNIT (SA:TAEE11) avançou 2,81 por cento, tendo no radar relatório do UBS na véspera elevando a recomendação das ações da transmissora de energia para “compra”, com os analistas enxergando relação risco versus retorno atrativa e dividendos maiores em 2018.

– VALE ON (SA:VALE3) cedeu 0,79 por cento, após os futuros do aço e do minério de ferro na China desabarem em meio à escalada das tensões entre o país asiático e os EUA, além da fraca demanda pelo aço.

Cotações:

Maiores Altas:

Símbolo Preço Oscilação (%)
TAESA UNT N2 20.88 +0.57 (+2.81%)
SUZANO PAPELON NM 33.19 +0.69 (+2.12%)
BBSEGURIDADEON NM 29.51 +0.86 (+3.00%)
SMILES ON NM 69.22 +0.97 (+1.42%)
BRADESCO ON N1 37.60 +0.45 (+1.21%)

Maiores Baixas:

Símbolo Preço Oscilação (%)
KROTON ON ED NM 13.70 −0.65 (−4.53%)
ESTACIO PARTON NM 36.16 −1.31 (−3.50%)
LOJAS RENNERON EJ NM 34.15 −0.90 (−2.57%)
LOCALIZA ON NM 27.80 −0.40 (−1.42%)
CIELO ON ED NM 21.31 −0.60 (−2.74%)

Mais Negociadas:

Símbolo Preço Oscilação (%)
PETROBRAS PN 21.75 +0.03 (+0.14%)
ITAUUNIBANCOPN N1 50.16 +0.24 (+0.48%)
VALE ON NM 41.60 −0.33 (−0.79%)
BRADESCO PN N1 38.48 +0.26 (+0.68%)
BRASIL ON NM 41.20 −0.29 (−0.70%)

Moedas:

Símbolo Preço Oscilação (%)
Dólar 3127.00 +9.90 (+0.32%)
Dólar Mini 3127.000 +9.869 (+0.32%)
Euro 3379.350 +45.990 (+1.38%)
Libra Esterlina 3934.080 +43.790 (+1.13%)
Dólar Canadense 2398.466 +18.566 (+0.78%)

Juros e Índices:

Símbolo Preço Oscilação (%)
DI1 12.880 +0.001 (+0.01%)
OC1 12.90 0.00 (+0.01%)
IBOVESPA Mini 67894.0 +995.0 (+1.48%)
IBOVESPA 67894.0 +995.0 (+1.48%)
S&P 500 2669.00 +12.25 (+0.46%)

Índices:

Símbolo Preço Oscilação (%)
IBOV 84377.19 −390.69 (−0.46%)
IBXX 34810.46 −160.00 (−0.46%)
IBXL 14160.04 −61.75 (−0.43%)
IBRA 3236.29 −14.64 (−0.45%)

Fonte:http://www.bmfbovespa.com.br

Be the first to comment on "Boletim de Fechamento: Ibovespa fecha em baixa pressionado por Wall Street. Destaques: KROTON, ITAÚ UNIBANCO, PETROBRAS, SUZANO, TAESA e VALE."

Leave a comment

Your email address will not be published.


*