Petróleo continua em baixa com apostas de dados ruins sobre os estoques dos EUA | Dados da Bolsa

Petróleo continua em baixa com apostas de dados ruins sobre os estoques dos EUA

Investing.com – A cotação do petróleo continuava a cair nesta quarta-feira em meio a especulações de que os dados semanais dos estoques, a serem divulgados ainda neste dia, irão mostrar um grande aumento na oferta dos EUA.

A Administração de Informação de Energia dos EUA (EIA, na sigla em inglês), divulgará seu relatório semanal oficial de oferta de petróleo referente à semana encerrada em 23 de março às 11h30 desta quarta-feira.

Após os mercados fecharem na terça-feira, o Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) afirmou que os estoques de petróleo dos EUA tiveram aumento de 5,3 milhões de barris na semana passada.

O relatório do API também mostrou um aumento em torno de 5,8 milhões de barris de gasolina nos estoques, ao passo que estoques de destilados, que incluem diesel para motores e óleo de aquecimento, tiveram redução em torno de 2,2 milhões de barris.

Frequentemente há fortes divergências entre os as estimativas do API e números oficiais da EIA.

Contratos futuros do petróleo bruto West Texas Intermediate recuavam US$ 0,67, ou cerca de 1,1%, com o barril negociado a US$ 64,56 às 06h00.

Enquanto isso, o petróleo Brent, referência para preços do petróleo fora dos EUA, recuava US$ 0,56, ou cerca de 0,8%, para US$ 68,91 o barril.

Além disso, na Ásia, contratos futuros do petróleo de Xangai viram seu terceiro dia de negociação continuar com grande volume e volatilidade nas negociações. A queda foi de quase 4%.

A cotação do petróleo fechou a terça-feira em baixa, já que o aumento na atividade de extração nos Estados Unidos indicava que a produção ficaria mais elevada, gerando preocupações com o retorno da sobreoferta.

Analistas e investidores alertaram recentemente que produtores de shale oil nos EUA poderiam afetar os esforços da Opep para reduzir o excesso de oferta.

A Opep, em conjunto com alguns países externos à organização liderados pela Rússia, está restringindo a produção em 1,8 milhão de barris por dia para reduzir o excesso de oferta do mercado. O acordo, que foi adotado no inverno passado, vence no final de 2018.

Mohammed bin Salman, príncipe herdeiro da Arábia Saudita, afirmou na terça-feira que Riad e Moscou estão considerando ampliar o acordo de cortes na produção, com uma parceria para administrar estoques globais possivelmente crescendo “para um acordo de 10 a 20 anos”.

Em outras negociações de energia, contratos futuros de gasolina estavam pouco alterados, negociados a US$ 2,016 o galão, ao passo que o óleo de aquecimentorecuava US$ 0,6% para US$ 2,012 o galão.

Contratos futuros de gás natural permaneciam estáveis em US$ 2,714 por milhão de unidades térmicas britânicas.

Fonte:https://br.investing.com/news/not%C3%ADcias-de-commodities-e-futuros/petroleo-continua-em-baixa-com-apostas-de-dados-ruins-sobre-os-estoques-dos-eua-573944

Be the first to comment on "Petróleo continua em baixa com apostas de dados ruins sobre os estoques dos EUA"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*