Petróleo sobe 2% com redução na tensão EUA-China e maior risco de corte de oferta | Dados da Bolsa

Petróleo sobe 2% com redução na tensão EUA-China e maior risco de corte de oferta

Investing.com – Os preços do petróleo fecharam com forte alta nesta segunda-feira, com o arrefecimento do medo de guerra comercial entre EUA e China e embalado pelo aumento nas tensões geopolíticas do Oriente Médio, que poderia levar a uma interrupção no fornecimento.

Em Nova York, o contrato futuro do WTI para entrega em maio, entrega subiu 2,2%, para US$ 63,42 por barril; enquanto o Brent, em Londres, ganhou 2,41%, para fechar o dia negociado a US$ 68,61 por barril.

Os preços do petróleo subiram para a máxima em duas semanas com o maior apetite por risco no mercado global aumentar a demanda por commodities, depois de os EUA baixarem o tom na disputa coma China.

“Eu não sei se vamos ter tarifas ou não”, disse o conselheiro econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, na segunda-feira. “Nós podemos. Por outro lado, podemos ser capazes de resolver isso com negociações”.

Os contratos futuros também se valorizaram com o aumento das incertezas geopolíticas no Oriente Médio após o presidente dos EUA, Donald Trump, prometer que o líder sírio, Bashar al-Assad, “pagaria um preço” por um suposto ataque a gás na Síria e Israel supostamente ter bombardeado uma base síria e provocado a morte de soldados iranianos.

O forte começo da semana para os preços do petróleo deverá ser corrigido na expectativa pelos relatórios mensais da Opep e da Agência Internacional de Energia, marcados para quinta e sexta-feira, respectivamente. A agência de energia dos EUA, por sua vez, divulgará amanhã seu relatório mensal de projeções e os dados de estoques na quarta-feira.

Fonte:https://br.investing.com/news/not%C3%ADcias-de-commodities-e-futuros/petroleo-sobe-2-com-reducao-na-tensao-euachina-e-maior-risco-de-corte-de-oferta-576553

Be the first to comment on "Petróleo sobe 2% com redução na tensão EUA-China e maior risco de corte de oferta"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*