Futuros do minério de ferro têm nova queda tensão entre China e EUA | Dados da Bolsa

Futuros do minério de ferro têm nova queda tensão entre China e EUA

Cranes unload iron ore from a ship at a port in Rizhao, Shandong province February 7, 2015. China's exports declined 3.2 percent year on year to 1.23 trillion yuan (200 billion U.S. dollars) in January, customs data showed on Sunday. Imports stood at 860 billion yuan, down 19.7 percent, according to the data, Xinhua News Agency reported. Picture taken February 7, 2015. REUTERS/China Daily (CHINA - Tags: BUSINESS POLITICS COMMODITIES) CHINA OUT. NO COMMERCIAL OR EDITORIAL SALES IN CHINA

Investing.com – A jornada desta terça-feira marcou uma nova queda nos preços do minério de ferro nos contratos com vencimento em setembro e negociados na bolsa chinesa da Dalian. Os preços da commodity recuaram 1,57% indo para 439 iuanes por tonelada.

Para o vergalhão de aço, o contrato de maior liquidez com data de entrega em outubro teve desvalorização de 19 iuanes indo para um total de 3.384 iuanes por tonelada do produto. Já o papel de vencimento mais curto, de maio, apresentou ganhos de 14 iuanes, indo para um total de 3.686 iuanes por tonelada.

Os mercados acionários da China recuaram mais nesta terça-feira em meio às preocupações sobre as tensões comerciais com os Estados Unidos, e com os investidores avaliando os dados do PIB da China no primeiro trimestre.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1,56 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 1,39 por cento.

O presidente norte-americano, Donald Trump, acusou na segunda-feira a Rússia e a China de desvalorizarem suas moedas enquanto os EUA aumentam sua taxa de juros.

O Departamento de Comércio dos EUA proibiu empresas norte-americanas de venderem componentes para a fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicações ZTE por sete anos, por violar os termos de um caso relativo a sanções.

Em resposta, o Ministério do Comércio da China disse que está pronto para tomar as medidas necessárias para proteger os direitos e interesses legítimos das empresas chinesas.

A economia da China cresceu 6,8% no primeiro trimestre de 2018, ligeiramente mais rápido do que o esperado, impulsionada pela forte demanda dos consumidores e pelo investimento imobiliário robusto, apesar das medidas para controlar os preços dos imóveis residenciais.

Mas dados separados mostraram que a produção industrial de março ficou abaixo das expectativas e o crescimento do investimento em ativos fixos no primeiro trimestre desacelerou, diminuindo os ganhos do mercado acionário.

Fonte:https://br.investing.com/news/not%C3%ADcias-de-commodities-e-futuros/futuros-do-minerio-de-ferro-tem-nova-queda-tensao-entre-china-e-eua-578335

Be the first to comment on "Futuros do minério de ferro têm nova queda tensão entre China e EUA"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*